Cursos completos constituem a modalidade de frequência “profissionalizante” por excelência. A aprendizagem e o treino sequenciais ao longo de fases (anos/semestres escolares) visa responder a um interesse continuado, a uma inclinação ou a uma vocação disciplinar, promovendo a proficiência técnica, o conhecimento das principais questões enquadrando essa disciplina, o pensamento crítico e a progressiva personalização do trabalho, segundo exigentes e actualizados padrões de excelência.

A formação pontual constitui a modalidade de frequência adequada a quem procura, quer complementar a sua formação nos Cursos Completos ou noutras formações não-artísticas, quer ainda explorar as suas capacidades, numa perspectiva unidisciplinar ou pluridisciplinar, compondo um programa de acordo com interesses, disponibilidades e ritmos pessoais.

No ano lectivo de 2016/2017 o Ar.Co irá oferecer um vasto leque de programas formativos em parceria com outras instituições, nomeadamente ,O Museu de História Natural e Ciência (Lisboa), a Fundação Arpad Szenes - Vieira da Silva, Teatro Nacional São Carlos, Carpe Diem, entre outros. Trata-se de projectos formativos específicos no domínio das artes, para um público jovem e adulto, partindo dos recursos, objectivos ou interesses próprios de cada instituição. Entre as áreas abrangidas contam-se o Desenho, a Ilustração, a Cerâmica, a Fotografia, a Joalharia e a Fotografia.

Os Cursos Avançados (de Artes Plásticas e de Fotografia) e os Projectos Individuais (em qualquer das áreas disciplinares do Ar.Co) constituem fases de amadurecimento e especialização, complementando a formação e o treino básicos e permitindo desenvolver um trabalho autoral com acompanhamento mais personalizado.

Os Cursos de Verão e os Programas para Jovens (dos 9 aos 14) constituem oportunidades para a exploração lúdica de capacidades e talentos e para a sensibilização ou introdução a uma ou várias técnicas e áreas disciplinares.